quinta-feira, 11 de junho de 2015

O Senhor não une duas vidas por acaso, mas por propósito.



Para cada ser humano Deus tem um chamado, um propósito. Muitos pensam que foram chamados para serem pastores, missionários, levitas, obreiros, diáconos, enfim. Não, você não foi chamado para “ser”, você foi chamado para “fazer”. Fazer a escolha certa, aquela que vai te levar a cumprir o propósito de Deus para a sua vida com excelência. O nosso chamado é ganhar almas para Jesus, mas Deus tem um propósito específico para cada pessoa. Seja lá qual for o propósito que Ele tem para você, isso envolve dois objetivos: Ganhar vidas para Jesus e passar a eternidade ao Seu lado. Mas para isso você precisa passar por muitas coisas, muitos processos. Deus nos entrega dons e talentos e tudo o que Ele confia a nós é com o propósito de atingir estes dois objetivos no final.

O seu chamado envolve duas coisas, aquilo que você foi chamado para fazer vai te ajudar a cumprir o propósito de Deus com excelência. Mas há uma segunda escolha que devemos fazer e esta é a que pode colocar o nosso chamado em risco, pois Deus tem um propósito, mas nós temos o livre-arbítrio. Desde a criação do mundo, o maior projeto de Deus é a família. Ele nos chamou para ir e multiplicar, povoar a Terra (Gn 1:28). A família começa sempre com duas pessoas, o homem e a mulher. Mas para isto, os dois precisam fazer uma escolha, uma escolha que envolve futuro, chamado e propósito de Deus. O Senhor não une duas vidas por acaso, mas por propósito. Ele quer ao nosso lado alguém que vai potencializar o nosso chamado, completar. Ou seja, seja qual for o seu chamado, essa pessoa deve fazer parte dele. Creio que essa é a escolha mais importante que devemos fazer, pois uma escolha errada pode destruir o nosso chamado e nos fazer perder a salvação. 



Uma escolha errada pode te impedir de fazer aquilo que Deus o chamou para fazer e ao invés de potencializar o seu chamado, pode afastá-lo dele. Vocês serão uma só carne e por isso essa escolha deve ser muito bem feita e com o auxílio de Deus, pois Ele vê lá na frente. O nosso chamado é composto por 50% daquilo que Ele nos chamou para fazer e os outros 50% diz respeito à pessoa que escolhemos para passar o resto da vida ao lado. É isso o que vai definir se você cumprirá o seu chamado e chegará ao alvo, que é Jesus Cristo. Se você fizer a escolha certa, aquilo que Deus te chamou para fazer será feito com muito mais honra e excelência, pois você terá um parceiro ao seu lado para te ajudar em todas as horas, te auxiliar, te completar. Cada um com seu chamado, mas que juntos formarão uma grande dupla para honra e glória do Senhor. A Palavra de Deus diz que melhor é serem dois do que um! Vocês formarão uma grande equipe, ainda que sejam três (você, seu parceiro e Deus).

Mas há uma terceira escolha a fazer, você pode escolher viver somente para Deus e não se casar. Segundo o apóstolo Paulo, essa é a melhor escolha, pois o seu tempo e energia serão somente para Deus, você não se preocupará com os conflitos do casamento e nem com filhos, mas somente com as coisas de Deus. Poucos são chamados para viver uma vida assim, sejam solteiros ou viúvos, mas estes, Deus mesmo supre suas carências e necessidades. Eles não sentem o desejo de ter alguém e são felizes e plenos somente em Deus. Mas ainda assim, o projeto de Deus continua sendo a família. Se você tem esse desejo no coração, pode ter certeza que Deus não o chamou para o celibato.


Seja lá qual for a sua escolha, lembre-se sempre de que essa escolha não envolve apenas você. Ela envolve o seu chamado, Deus, almas, a sua salvação e a de outras pessoas. Por isso, busque sempre a direção de Deus e não faça uma escolha baseada em coisas superficiais ou irrelevantes. A melhor escolha é aquela que sempre vai te levar para próximo de Deus, esteja onde estiver e seja lá o que for que você esteja fazendo. Coloque o seu coração em Deus e Ele alinhará os seus desejos aos dele para que você faça a melhor escolha.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Meus trabalhos